Notícias


Data: 30/07/2016

Oficina de Agrofloresta para Comunidades Rurais no Extremo Sul da Bahia



Agricultores de comunidades do extremo sul da Bahia participaram, em julho 2016, de uma oficina de agrofloresta, conhecendo diferentes técnicas que podem contribuir para a melhoria de suas práticas agrícolas. A atividade teve o apoio da Fibria, por meio do Programa de Desenvolvimento Rural Territorial (PDRT), realizado com o objetivo de fortalecer a agricultura familiar.


Os sistemas de agroflorestas são consórcios de culturas agrícolas com espécies arbóreas, que podem ser utilizados para restaurar florestas e recuperar áreas degradadas. A tecnologia ameniza limitações do terreno, minimiza riscos de degradação e otimiza a produtividade a ser obtida.


A oficina aconteceu na comunidade de Canabrava, Alcoçaba (BA) e foi ministrada pela Engenheira Agrônoma Jeilly Vivianne, coordenadora da equipe técnica da Polímata Soluções Agrícolas e Ambientais, consultoria especializada que apoia o PDRT. Participaram 35 agricultores de quatro associações de Alcobaça e duas de Caravelas.


Dentre as atividades desenvolvidas na oficina, foram preparados canteiros-esponja, técnica em que há maior acúmulo de água, proporcionando um ambiente mais fresco e favorável ao desenvolvimento das plantas. “Esse sistema exige menor uso de água”, diz Narcisio Luiz Loss, consultor de Sustentabilidade da Fibria.


Os participantes da oficina também conheceram o plantio e manejo de faixas agroflorestais, plantadas a cada cinco metros de extensão. A finalidade das faixas é dar mais conforto às plantas e produzir matéria orgânica (biomassa) para realimentar o sistema agroflorestal, por meio de podas programadas para manter a luminosidade.


Os agricultores visitaram, ainda, uma horta em Canabrava, para compreenderem todo o processo de melhoria de fertilidade do solo e os consórcios entre plantas (plantas companheiras e antagônicas). Por último, tiveram a oportunidade de aprender novas técnicas de implantação de agrofloresta, com o objetivo de produzir frutas.


Sobre o PDRT – O Programa de Desenvolvimento Rural Territorial (PDRT) tem como objetivo capacitar agricultores familiares, organizados em associações para desenvolver cultivos diversos e a criação de pequenos animais, contribuindo para incrementar a renda das famílias. O programa é a principal ferramenta de engajamento da Fibria com as comunidades vizinhas às suas operações. Os agricultores recebem assistência técnica e estímulo ao uso de tecnologias de baixo custo e reduzido impacto ambiental, além de incentivo e orientação para o acesso dos produtores a políticas públicas, ampliando as possibilidades de comercialização dos produtos.